sábado, 22 de janeiro de 2011

Só entre Nós

Olá queridos,

Hoje estou aqui para falar de Abelardo e Heloísa. É um pouco difícil falar desse livro, lembro me de minha professora da primeira série ter contado essa história para nós, e fuçando na net eu o encontrei e me bateu uma vontade enorme de lê-lo por mim mesma. =]
Afinal, o que dizer de um livro que em sua apresentação tem uma frase como esta:

"[...] A palavra consegue ser sempre essa criança travessa, irrequieta e curiosa, sem medo de nada, disposta a tudo, a descobrir novos caminhos [...]"

Bom é um livro Infanto Juvenil, mas eu me identifico muito com ele. Sabe quando eu era solteira também tive um Don Juan com quem trocava e-mails e cartas... Tipo um amor platônico =].
Nunca tive a chance de conhecê-lo. Mas chega de falar de mim, vamos conhecer a história.
























O Livro:
 

Só Entre Nós - Abelardo e Heloísa: Júlio Emílio Braz e Janaina Vieira [Ilustração de Alexandre Rampazo]. - São Paulo: Saraiva, 2001.

96 páginas.

A História:

A história acontece nas cidades: RJ e Petrópolis.
Carlos Alberto Peçanha Filho, ou simplesmente Abelardo, estudante de 16 anos, se sente muito sozinho desde que seu pai faleceu. Não tem amigos na escola e é muito tímido e CDF, o que não ajuda estabelecer vínculos com os colegas de sala. Em sua solidão, Abelardo escreve poemas, lindos poemas de amor e angústia de um adolescente que tenta solucionar o sentido de sua existência.
Heloísa, estudante de 15 anos, Pianista. Badalada e cheia de amigos, porém, mesmo em meio a uma multidão se sente sozinha.

Abelardo conhece Heloísa em um anuncio de relacionamentos pela Internet e decide escrever para ela. Abelardo gosta de cartas, por isso eles fazem um acordo de trocar cartas mas também e-mails. Os dois vão se correspondendo e se conhecendo, trocando confidências, falando de seus sentimentos e em meio de tantas palavras eles descobrem o amor, o verdadeiro amor que um sente pelo outro, sem nunca ter visto, sem nunca ter tocado, sem nunca ter ouvido... apenas palavras que alimentam o coração.

Diante de tantas confissões a paixão e o desejo se tornam mais fortes e apenas as palavras já não são o suficiente. Eles resolvem se conhecer.

Passado alguns meses de correspondências, a mãe de Abelardo, descobre seus e-mails e começa a se preocupar com o filho e o encaminha a um psicólogo. Que também preocupado o interna. E  o laudo médico é que: Abelardo, por conta da solidão, produziu uma fragmentação em sua personalidade. Duas partes dele mesmo: Abelardo e Heloísa.

Hummm, será mesmo que Abelardo tem dupla personalidade, será que um amor tão grande assim é apenas fruto de sua imaginação solitária? =]
Bom para descobrir, só lendo mesmo... =p
Sei que parece cruel mas, final não se conta!

Só para aguçar mais o desejo dos futuros leitores, colocarei algumas frases das cartas de Abelardo e Heloísa:

Abelardo: "[...] Para mim, escrever é fugir de problemas que detesto e que não posso resolver é encontrar amigos, pessoas mais ou menos parecidos comigo [...]", p.10

Abelardo: "[...] As coisas acontecem como tem que acontecer. É a pressa que mata o sonho, é no medo neurótico de não se perder tempo que se perdem as coisas maiores [...], p.17

Heloísa: "[...] Escrevendo, poderemos ter acesso direto às verdades um do outro. Não há como nos enganarmos com as coisas ditas pelo coração, mas as aparências podem enganar [...], p.23

Para mim, o livro é uma obra prima literária. Pois trata-se de uma leitura rica, leve e cheia de sugestões de músicas, cantores, poetas, poesias, quadros, estilos musicais, estilos de texto e muito mais. As ilustrações em sépia, são super originais e lembram as cartas e e-mails que trocamos. Além de ser um romance super gostoso. Amei... Recomendadíssimo!

Uma curiosidade: como um garoto que se chama Carlos, coloca-se um pseudônimo de Abelardo?

Bom o pai de Carlos, gostava muito do Romance Abelardo e Heloísa, então ele se apropriou do nome para se sentir mais perto do pai. =D 



Os Autores:

Júlio Emílio Braz nasceu em Manhumirim (MG), em 1959. Aos cinco anos de idade, mudou-se com a família para o Rio de Janeiro, onde mora até hoje.Sua formação escolar é de técnico em Contabilidade. Autodidata, começou produzindo textos de histórias em quadrinhos para revistas de terror, passando depois a escrever novelas de western. Seu primeiro livro juvenil, Saguairu, publicado pelo selo Atual, rendeu-lhe o Prêmio Jabuti, da Câmara Brasileira do Livro, em 1989. Atualmente, possui mais de uma centena de livros publicados em mais de vinte editoras brasileiras e estrangeiras.


Janaina Vieira é carioca, nasceu no Rio de Janeiro. Já morou em São Paulo por dez anos e tornou-se uma apaixonada por São Paulo, cidade que adotou em seu coração. Começou a escrever muito jovem e aos 18 anos publicou seus primeiros textos numa coletânea destinada a autores iniciantes. Alguns anos depois publicou seu primeiro livro juvenil, intitulado Só entre nós, em parceria com seu grande amigo, Júlio Emílio Braz. Essa parceria continua até hoje, e ambos consideram um excelente exercício literário escreverem livros juntos, embora cada um tenha também sua trajetória literária individual. Janaina acredita na literatura e na leitura como grandes agentes transformadores, que podem mudar o mundo e as relações humanas. Para ela, todas as formas de arte são o que a humanidade possui de melhor para oferecer a si mesma. Obras premiadas: Só entre nós, Se ele vier... (Prêmio de Literatura UBE).






  


Desafio literário anual hospedado pelo blog My Everything, com o objetivo de promover a interação entre blogs e leitores, além de mostrar os livros a serem adquiridos em 2011. Para participar ou saber mais, clique aqui.





beijinhos...






Um comentário:

  1. Ju, querida!Fique a vontade para pegar um selinho para ti no meu blog! Não tem regras para aqueles que eu indicar!Bjuuss!
    :*
    http://lolisprincess.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Bom como todos sabem, os comentários no blog servem como um termômetro, para sabermos se estão gostando ou não das postagens.

Algumas regras:
- Para divulgar o link do seu blog, gostaria que o fizesse pelo openID.

- Caso tenham alguma dúvida, deixe um e-mail para que eu possa responder.

Fico muito feliz com cada comentário! Obrigada à todos =]

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...